O gênero rogue-like está começando
a se estabelecer no mercado de games e o lançamento de outros jogos na espreita
deste gênero emergente acaba tendo o surgimento de jogos indies, como é o caso
do rogue-like chamado Broken Blades, game 2D com elementos de plataforma
criados pelo estúdio polonês Golden Egg Studio e publicado pela West Wind Games.

O título é claramente inspirado
em muitos outros games indies e os elementos rogue-like de Broken Blades estão
no centro do jogo. Se você não gosta desse tipo de título, isso certamente não
fará você mudar de ideia, pois tudo ali é muito brutal com qualquer tipo de
jogador e se você morrer terá que repetir todo o calabouço que estava
enfrentando desde o início, mesmo que tenha alcançado o inevitável chefe no fim
do nível.

A principal mecânica na qual o
game se baseia são os níveis gerados aleatoriamente e a cada morte não nos encontraremos
repetindo a mesma masmorra que já enfrentamos anteriormente, mas o layout das
salas, armadilhas e inimigos será diferente. Então, como em qualquer título
como esse, às vezes o que você precisa é ter um pouco de sorte para encontrar
os itens certos na hora certa e esse procedimento dos níveis não é tão
bem-sucedido, pois não faz com que comece uma masmorra novamente, seja porque
não haverá grandes diferenças em sua estrutura e principalmente em sua
jogabilidade.

Outra fraqueza é a experiência de
jogo, Broken Blades tem somente êxito em sua jogabilidade que podemos citar
como satisfatória e as animações em cut-scenes são lentas e possuem a
capacidade de resposta dos comandos que não é nada precisa. Após as primeiras
mortes, você começará a sentir uma grande frustração, especialmente porque
muitas das mortes que você encontrará acontecerão exatamente por causa dos
defeitos relacionados, principalmente aos controles de baixa reação e a mecânica
de combate muito mal conduzida.

O equilíbrio de combate não
existe e você terá que esperar encontrar as armas certas para poder superar
alguns inimigos sem sofrer muitos danos e em alguns casos acabamos tendo um
verdadeiro pesadelo sem o equipamento certo que poderá resultar na morte de seu
personagem. Neste quesito o título é desequilibrado em todos os aspectos
relacionados à luta e também não dá um mínimo de ajuda ao jogador para aliviar
a repetitividade de iniciar uma masmorra toda vez que você morre e o sistema de
atualização é fundamental em qualquer rogue-like e Broken Blades também possui
vários itens que nos permitirão nos tornar poderosos o suficiente para superar
as várias masmorras.

Podemos encontrar alguns pergaminhos
que nos permitirão selecionar uma das duas atualizações. Podemos decidir
aumentar a saúde, armadura, ataque ou até mesmo a possibilidade de domar
animais selvagens para torná-los nossos aliados. Graças ao sistema de escolha
poderemos criar uma construção muito personalizada do nosso personagem. Fora
ainda que poderemos então encontrar peças de espadas de deuses para criar a
espada dos nossos sonhos, mas teremos que ter cuidado para equilibrar poder e
agilidade, pois se fizermos uma espada muito grande ela será muito lenta para
atacar, tornando-nos muito vulnerável a ataques de inimigos mais rápidos e se
nos concentrarmos mais na agilidade, causaremos pouco dano a cada tiro. Portanto,
devemos ser capazes de encontrar o meio termo para derrotar os inimigos com o
mínimo de risco.

Broken Blades é um game indie que
quer emular outros rogue-like que fizeram a fortuna desse gênero nos últimos
anos e infelizmente sua interessante estrutura composta por camadas processuais
é prejudicada pela jogabilidade frustrante e descuidada, o que também inutiliza
o bom sistema de atualização de personagens devido a lutas desequilibradas e
pouco engraçadas. O tédio da morte após a morte se instalará muito em breve com
o título explorando um departamento técnico 2D sem arte inicial, com uma
reciclagem de ativos muito evidente e uma trilha sonora repetitiva que logo
será chata.

No geral, Broken Blades mesmo sendo
vendido em um preço muito reduzido não valerá a pena tanto a pena para jogar, pois
existe muitos títulos de maior sucesso do gênero e que certamente irão entreter
ainda mais.

Nota: 2/5

Sinopse:

Broken Blades é um jogo de ação em plataforma 2D com belos gráficos de contos de fadas, no qual lutamos com hordas de monstros e chefes poderosos. Nosso herói está armado com uma espada que pode ser aprimorada à medida que o jogo avança, ganhando fragmentos mágicos gerados aleatoriamente. A aparência e o poder da atualização dependerão dos tipos de fragmentos que você encontrar pelo caminho. Todos os locais do jogo são gerados aleatoriamente, então cada fase tem um layout de corredores completamente diferente. Descubra e explore todos os cantos e recantos para obter atualizações que o ajudarão a lutar contra chefes.


Trailer:


Continue ligado no Protocolo XP nas redes sociais, estamos no Facebook e Instagram.
Sem Avaliação

1 comentário em “BROKEN BLADES | Review

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.