Oscar 2024: ‘Oppenheimer’ levou 7 prêmios da academia

“Oppenheimer” dominou o Oscar 2024, realizado no último domingo (10) em Los Angeles, ao conquistar sete estatuetas numa noite sem grandes surpresas.

Com o maior número de indicações nesta edição, o filme ganhou em categorias cruciais como melhor filme, direção (Christopher Nolan), melhor ator (Cillian Murphy) e melhor ator coadjuvante (Robert Downey Jr.).

Após um pequeno atraso, a cerimônia transcorreu sem contratempos significativos ou reviravoltas surpreendentes. A maioria dos favoritos saiu vitoriosa.

Na categoria de melhor atriz, única entre as principais que gerava incerteza, Emma Stone (“Pobres criaturas“) acabou premiada.

Com isso, “Pobres criaturas” foi o segundo maior vencedor da noite, levando quatro estatuetas.

A emoção da noite concentrou-se em discursos apaixonados e nas inovações nas antigas tradições da premiação.

Em 2024, a Academia expandiu uma prática antiga, convidando cinco vencedoras passadas de cada categoria de atuação para apresentá-las.

A primeira categoria anunciada foi a de melhor atriz coadjuvante, vencida por Da’Vine Joy Randolph, de “Os rejeitados“.

O anúncio contou com a participação de cinco vencedoras anteriores: Regina King (“Se a rua Beale falasse”), Rita Moreno (“Amor, sublime amor”), Jamie Lee Curtis (“Tudo em todo o lugar ao mesmo tempo”), Mary Steenburgen (“Melvin e Howard”) e Lupita Nyong’o (“12 anos de escravidão”).

Após três prêmios técnicos para “Pobres criaturas” e o Oscar de melhor filme internacional para “Zona de interesse“, a Academia repetiu a estratégia para melhor ator coadjuvante. Robert Downey Jr. foi o primeiro vencedor da noite por “Oppenheimer“.

A categoria foi apresentada por Sam Rockwell (“Três anúncios para um crime”), Tim Robbins (“Sobre meninos e lobos”), Ke Huy Quan (“Tudo em todo o lugar ao mesmo tempo”), Christoph Waltz (“Bastados inglórios” e “Django livre”), Mahershala Ali (“Moonlight”).

Veja os vencedores:

MELHOR FILME

  • Ficção Americana
  • Anatomia de uma Queda
  • Barbie
  • Os Rejeitados
  • Assassinos da Lua das Flores
  • Maestro
  • Oppenheimer | Vencedor
  • Vidas Passadas
  • Pobres Criaturas
  • A Zona de Interesse

MELHOR DIREÇÃO

  • Justine Triet, por Anatomia de uma Queda
  • Martin Scorsese, por Assassinos da Lua das Flores
  • Christopher Nolan, por Oppenheimer | Vencedor
  • Yorgos Lanthimos, por Pobres Criaturas
  • Jonathan Glazer, por A Zona de Interesse

MELHOR ATOR

  • Bradley Cooper, por Maestro
  • Colman Domingo, por Rustin
  • Paul Giamatti, por Os Rejeitados
  • Cillian Murphy, por Oppenheimer | Vencedor
  • Jeffrey Wright, por Ficção Americana

MELHOR ATRIZ

  • Annette Bening, por NYAD
  • Lily Gladstone, por Assassinos da Lua das Flores
  • Sandra Hüller, por Anatomia de uma Queda
  • Carey Mulligan, por Maestro
  • Emma Stone, por Pobres Criaturas | Vencedora

MELHOR ATOR COADJUVANTE

  • Sterling K. Brown, por Ficção Americana
  • Robert De Niro, por Assassinos da Lua das Flores
  • Robert Downey Jr., por Oppenheimer | Vencedor
  • Ryan Gosling, por Barbie
  • Mark Ruffalo, por Pobres Criaturas

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

  • Emily Blunt, por Oppenheimer
  • Danielle Brooks, por A Cor Púrpura
  • America Ferrera, por Barbie
  • Jodie Foster, por NYAD
  • Da’Vine Joy Randolph, por Os Rejeitados | Vencedora

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

  • Justine Triet & Arthur Harari, por Anatomia de uma Queda | Vencedor
  • David Hemingson, por Os Rejeitados
  • Bradley Cooper & Josh Singer, por Maestro
  • Sammy Burch, por Segredos de um Escândalo
  • Celine Song, por Vidas Passadas

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

  • Cord Jefferson, por Ficção Americana | Vencedor
  • Greta Gerwig & Noah Baumbach, por Barbie
  • Christopher Nolan, por Oppenheimer
  • Tony McNamara, por Pobres Criaturas
  • Jonathan Glazer, por A Zona de Interesse

MELHOR ANIMAÇÃO

  • O Menino e a Garça | Vencedor
  • Elementos
  • Nimona
  • Meu Amigo Robô
  • Homem-Aranha: Através do Aranhaverso

MELHOR FILME INTERNACIONAL

  • Eu, Capitão (Itália)
  • Dias Perfeitos (Japão)
  • A Sociedade da Neve (Espanha)
  • Sala dos Professores (Alemanha)
  • A Zona de Interesse (Reino Unido) | Vencedor

MELHOR DOCUMENTÁRIO

  • Bobi Wine: The People’s President
  • A Memória Infinita
  • A 4 Filhas de Olfa
  • To Kill a Tiger
  • 20 Dias em Mariupol | Vencedor

MELHOR DOCUMENTÁRIO EM CURTA-METRAGEM

  • The ABCs of Book Banning
  • The Barber of Little Rock
  • Island in Between
  • The Last Repair Shop | Vencedor
  • Nai Nai & Wai Po

MELHOR CURTA-METRAGEM

  • The After
  • Invincible
  • Knight of Fortune
  • Red, White & Blue
  • A Incrível História de Henry Sugar | Vencedor

MELHOR CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO

  • Letter to a Pig
  • 95 Senses
  • Our Uniform
  • Pachyderme
  • War is Over (inspired by the music of John & Yoko) | Vencedor

MELHOR TRILHA SONORA

  • Laura Karpman, por Ficção Americana
  • John Williams, Indiana Jones e a Relíquia do Destino
  • Robbie Robertson, por Assassinos da Lua das Flores
  • Ludwig Göransson, por Oppenheimer | Vencedor
  • Jerskin Fendrix, por Pobres Criaturas

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

  • “The Fire Inside” (Flamin’ Hot)
  • “I’m Just Ken” (Barbie)
  • “It Never Went Away” (American Symphony)
  • “Wahzhazhe (A Song for My People)” (Assassinos da Lua das Flores)
  • “What Was I Made For?” (Barbie) | Vencedor

MELHOR SOM

  • Resistência
  • Maestro
  • Missão: Impossível – Acerto de Contas
  • Oppenheimer
  • A Zona de Interesse | Vencedor

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO

  • Sarah Greenwood, por Barbie
  • Jack Fisk, por Assassinos da Lua das Flores
  • Arthur Max, por Napoleão
  • Ruth De Jong, por Oppenheimer
  • Shona Heath, por Pobres Criaturas | Vencedor

MELHOR FOTOGRAFIA

  • Edward Lachman, por O Conde
  • Rodrigo Prieto, por Assassinos da Lua das Flores
  • Matthew Libatique, por Maestro
  • Hoyte van Hoytema, por Oppenheimer | Vencedor
  • Robbie Ryan, por Pobres Criaturas

MELHOR CABELO E MAQUIAGEM

  • Golda
  • Maestro
  • Oppenheimer
  • Pobres Criaturas | Vencedor
  • A Sociedade da Neve

MELHOR FIGURINO

  • Jacqueline Durran, por Barbie
  • Jacqueline West, por Assassinos da Lua das Flores
  • Janty Yates, por Napoleão
  • Ellen Mirojnick, por Oppenheimer
  • Holly Waddington, por Pobres Criaturas | Vencedor

MELHOR MONTAGEM

  • Laurent Sénéchal, por Anatomia de uma Queda
  • Kevin Tent, por Os Rejeitados
  • Thelma Schoonmaker, por Assassinos da Lua das Flores
  • Jennifer Lame, por Oppenheimer | Vencedor
  • Yorgos Mavropsaridis, por Pobres Criaturas

MELHORES EFEITOS VISUAIS

  • Resistência
  • Godzilla Minus One | Vencedor
  • Guardiões da Galáxia Vol. 3
  • Missão: Impossível – Acerto de Contas
  • Napoleão

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.